Uma noite memorável: essa é a lembrança do lançamento da 8ª edição do Lençóis Jazz e Blues Festival no palco do Teatro Arthur Azevedo (TAA), em São Luís. Em um dos teatros mais antigos e belos do país, Babi Mendes (SP) e Tássia Campos (SP) cantaram e encantaram o público que ocupou todos os 756 lugares do teatro. E deram o tom da edição de 2016 que vai presentear Barreirinhas e São Luís com o melhor do universo do jazz e do blues, no mês de agosto. O evento realizado pela Tutuca Viana Produções com os patrocínios da Vivo, por meio da plataforma Vivo Transforma, da Companhia Energética do Maranhão (Cemar) e do Governo do Maranhão por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura vai apresentar 17 shows, além de oficinas, palestras e jams sessions.

Publicidade
Curta e compartilhe

Leia também:

Tássia Campos, que se apresentou com o pianista Rui Mário, abriu a noite misturando ritmos brasileiros com sua inspiração em grandes nomes da música mundial. A cantora Billie Holiday, por exemplo, “deu as caras” em vários momentos do show, mas foi com a cantora maranhense, dona de uma voz suave e delicada, que a diva do jazz foi apresentada, com os versos de Speak Low.

Tássia Campos em apresentação no Lençóis Jazz e Blues Festival (Foto: Divulgação)
Tássia Campos em apresentação no Lençóis Jazz e Blues Festival (Foto: Divulgação)

Ela apresentou ainda um show vintage jazz, que impressionou todo o teatro, levando o público para o ritmo musical característico das décadas de 40, 50 e 60. Da inspiração no jazz norte-americano ao ritmo marcante brasileiro, outros grandes momentos foram interpretados no palco, como a versão sublime de Ladeira da Preguiça, de Elis Regina.

Para mim, o mais importante da música é que ela seja acessível e democrática, que ela alcance o maior número de pessoas possível
Tássia Campos

Com a promessa de mostrar ao público de São Luís grandes clássicos do jazz e do blues, Babi Mendes (SP), que se apresentou com o músico Marcelo Carvalho ao piano e na direção musical, o baterista Ronald Nascimento, o guitarra Israel Dantas, o tecladista Renato Serra e o baixista Nema Antunes (que integra a banda do Ivan Lins), garantiu uma noite de nostalgia e de diversas homenagens no palco do TAA.

Babi Mendes em apresentação no Lençóis Jazz e Blues Festival (Foto: Divulgação)
Babi Mendes em apresentação no Lençóis Jazz e Blues Festival (Foto: Divulgação)

A primeira delas veio logo no início da apresentação, com uma versão impressionante de Saint Louis Blues, de Louis Armstrong – que a cantora escolheu para homenagear São Luís (que, em tradução livre de Saint Louis Blues, fica Blues de São Luís). As homenagens a Louis Armstrong não pararam por aí. Babi Mendes provou que sabe montar um bom repertório e agradar ao público, que recebeu com coros e palmas a versão da paulista para a faixa I Gotta Right To Sing The Blues, também de Armstrong.

Acompanhada pelo quinteto de excelente sincronia, Babi Mendes também apresentou canções marcantes do disco autoral Short Stories, lançando no Brasil, Japão, Estados Unidos e Reino Unido, além de clássicos da cantora Billie Holiday.

Foi uma alegria imensa. Foi maravilhoso. Uma experiência muito boa. Esse festival é maravilhoso e importante para as pessoas, para o estado porque já colocou o Maranhão no circuito nacional de jazz e blues
Babi Mendes

Um dos idealizadores do projeto e organizador do festival, Tutuca Viana, revelou que a expectativa é muito boa para edição deste ano.

Estamos com uma equipe muito unida e com patrocinadores satisfeitos. E isso é muito importante. Para esse ano teremos 17 shows, com atrações nacionais e internacionais. Todo mundo quer estar no festival para conferir o melhor da música
Tutuca Viana, idealizador do Lençóis Jazz e Blues Festival

Daniele Castro Jansen, moradora e administradora da organização não governamental Pouso Obras Sociais, comentou sobre a parceria com o festival que doou para a entidade cerca de 300 kg de leite em pó trocados por ingressos para o evento de lançamento.

Para a gente, foi uma honra termos sido escolhidos. Atualmente, o projeto trabalha com mais de 70 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade de bairros da periferia de São Luís
Daniele Castro Jansen, administradora da ONG Pouso Obras Sociais

Circuito Barreirinhas
O festival terá início na cidade balneária de Barreirinhas, porta de entrada dos Lençóis Maranhenses. Lá será realizado na avenida Beira-Rio, nos dias 5, 6 e 7 de agosto. Além dos shows, haverá uma programação paralela com oficinas, palestras e exposições de primeira qualidade.

Em 2016, a grande novidade na programação do circuito Barreirinhas é a integração entre os mundos da música e o da fotografia. A exposição fotográfica “Música no Olhar” será realizada durante todos os dias do festival em Barreirinhas, de 5 a 7 de agosto, na Praça do Trabalhador. Uma realização do Clube de Fotografia Poesia do Olhar que terá a música como inspiração.

E para quem gosta de dar aquela esticadinha, não vão faltar as tradicionais Jams Sessions – encontros musicais que são realizados após os shows oficiais do Lençóis Jazz & Blues Festival. Elas ocorrerão todos os dias do festival em Barreirinhas, no Bar Terraço Gourmet (antigo Deck Bistrô), na praça da Igreja Nossa Senhora da Conceição (Igreja Matriz).

Circuito São Luís
Na capital maranhense, a praça Maria Aragão volta a servir de palco para o festival, recebendo seis grandes atrações, entre os dias 12 e 13 de agosto. Assim como no Circuito Barreirinhas, São Luís também receberá as oficinas, palestras e exposições.

Lençóis Jazz e Blues Festival
O 8º Lençóis Jazz e Blues Festival conta com os patrocínios da Companhia Energética do Maranhão (Cemar), da Vivo, por meio da Plataforma Vivo Transforma e do governo do Maranhão via Lei Estadual de Incentivo à Cultura e ao Esporte e os apoios culturais das Secretarias de Estado de Turismo e de Cultura do Maranhão, das Prefeituras Municipais de Barreirinhas e de São Luís, Sistema Fiema/Sesi, Sebrae, Tory Brindes, Clara Comunicação, Taguatur, TV Mirante, TV UFMA, Cantinho Doce, Escola Lilah Lisboa, Rota das Trilhas, Foto Clube Poesia no Olhar, além das parcerias das Pousadas Murici, Paraíso dos Lençóis, Solar das Gaivotas, do Riacho, Pousada Paraíso dos Guarás, Pousada do Rio, Pousada Buriti, Pousada Beira Rio, Pousada Lins, do Gran Solare Lençóis Resort e dos restaurantes Terraço Gourmet e Zaitun.

Estima-se que cerca de 56 mil espectadores já tenham participado do Lençóis Jazz e Blues Festival, que ao longo de sua história, criou mais de 150 empregos diretos e indiretos para músicos, cantores, técnicos de luz, de som, produtores, diretores de palco, fotógrafos, jornalistas e oficineiros. A expectativa dos organizadores para 2016 é de que o público do festival seja de cerca de 16 mil pessoas.

Veja a programação completa de shows do Lençóis Jazz e Blues Festival:

Gostou do conteúdo? Então, deixe seu comentário! Ele é muito importante para mim.

Envie sua sugestão de novos assuntos pelo Messenger. Curta e siga o Blog do Maurício Araya no Facebook, Twitter e Instagram; e inscreva-se no canal no YouTube. Receba, ainda, novidades e ofertas exclusivas por e-mail inscrevendo-se na newsletter.

5 de agosto (sexta-feira) - Circuito Barreirinhas
6 de agosto (sábado) - Circuito Barreirinhas
7 de agosto (domingo) - Circuito Barreirinhas
11 de agosto (quinta-feira) - Circuito São Luís
12 de agosto (sexta-feira) - Circuito São Luís
13 de agosto (sábado) - Circuito São Luís