A capital do Maranhão reduziu, de 2014 para 2015, grande parte dos índices de violência, mas os casos de latrocínios e roubos e furtos de veículos aumentaram em São Luís no período. As informações constam no 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, publicado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) nesta quinta-feira (3).

Coleta seletiva: veja onde descartar resíduos recicláveis em São Luís
Publicidade
Curta e compartilhe

Segundo os dados, o total de crimes violentos letais intencionais caiu de 735 casos em 2014 para 654 em 2015, o equivalente a 11,8% no período. Em 2015, a taxa de crimes alcançou 60,9 para cada 100 mil habitantes. No ranking do anuário, São Luís é a 12º do país entre as capitais que conseguiram reduzir os índices de criminalidade.

A quantidade de latrocínios – roubos seguidos de morte –, no entanto, mais que dobrou; foram 48 em 2015, contra 23 casos no ano anterior – alta de 106,8%. São 4,5 casos de latrocínios por 100 mil habitantes.

Leia também:

Os dados levam em consideração as informações prestadas pela secretaria de Estado da Segurança Pública do Maranhão, Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do FBSP.

Do total de crimes violentos letais intencionais registrados em 2015, 574 casos foram de homicídios dolosos – queda de 16% se comparado a 2014, quando foram registrados 677 casos –; e outros 32 de lesões corporais seguidas de morte – queda de 9,4% comparado ao ano anterior, com 35 casos.

Crimes contra a liberdade sexual

Os casos de estupro tiveram queda de 20,6% na capital maranhense. Em números absolutos, foram 205 casos registrados em 2015 – 19,1 por 100 mil habitantes –, contra 256 casos em 2014.

Casos de estupro tiveram queda em São Luís entre 2014 e 2015, segundo dados do anuário
Casos de estupro tiveram queda em São Luís entre 2014 e 2015, segundo dados do anuário (Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil/Fotos Públicas)

Crimes contra o patrimônio

Outro índice com aumento de casos em São Luís foi o de roubos e furtos de veículos. Os dados do anuário levam em consideração as informações prestadas pela secretaria de Estado da Segurança Pública, Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e FBSP. No período, o aumento foi de 16,6%.

Enquanto em 2014 foram registrados 1,65 mil casos de roubos e furtos de veículos, em 2015 o número saltou para 2,02 mil casos, o equivalente a 556,4 por 100 mil casos de roubos e furtos.

Roubos e furtos de veículos tiveram alta de 16,6% em São Luís entre 2014 e 2015, segundo anuário
Roubos e furtos de veículos tiveram alta de 16,6% em São Luís entre 2014 e 2015, segundo anuário (Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília/Fotos Públicas)

Até a publicação desta reportagem, o governo do Maranhão não se pronunciou oficialmente sobre os dados consolidados publicados no 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública. No início da semana, por meio de sua agência de notícias, destacou que o Estado é o segundo da região do Nordeste com menor taxa de mortes violentas, à frente somente do Piauí, e atribui os investimentos em segurança pública à diminuição dos índices.

“Mediante a instituição do Pacto Pela Paz, um conjunto de ações na área de segurança que envolvem aquisição de equipamentos, investimentos em tecnologia, contratação de policiais e estreitamento das relações com a comunidade, houve redução em 20% do número de homicídios no primeiro semestre de 2016, em relação ao mesmo período de 2014”, diz trecho da publicação. Por meio do pacto, o governo contratou 1,5 mil policiais, comprou 450 veículos e modernizou sistemas de monitoramento e radiocomunicação da polícia.

Os investimentos, garante ainda o governo, resultou no aumento de 300% da média de casos elucidados em até três dias e no número de apreensões de armas e drogas, trazendo um prejuízo de mais R$ 6 milhões para o narcotráfico.

Gostou do conteúdo? Então, deixe seu comentário! Ele é muito importante para mim.

Envie sua sugestão de novos assuntos pelo Messenger. Curta e siga o Blog do Maurício Araya no Facebook, Twitter e Instagram; e inscreva-se no canal no YouTube. Receba, ainda, novidades e ofertas exclusivas por e-mail inscrevendo-se na newsletter.